Google+

15 de abr de 2008

Brincadeiras para o Dia do Índio - parte V


Estas brincadeiras fazem parte da proposta de atividades para o 5º dia (atividade 2), que dá continuidade as comemorações pelo dia do índio parte I, parte II, parte III e parte IV. São jogos tipicamente indígenas que fazem muito sucesso entre as crianças.


JOGO
Objetivo específico: Conhecer e executar brincadeiras tipicamente indígenas

Estratégia: Jogo

Conteúdo:
Conversa inicial:
Vamos fazer mais brincadeiras indígenas? Das brincadeiras que vocês pesquisaram e nós ainda não fizemos quais vamos fazer hoje?

*Se as crianças não tiverem trazido brincadeiras a partir da pesquisa que foi solicitada no 3º dia, vão algumas sugestões:

1- Jogo do Uiraçu (Gavião)– Brincadeira dos índios Canela - Barra do Corda, MA
As crianças formam uma fila, começando pelos mais fortes e altos. Cada criança abraça forte a da frente, passando os dois braços por baixo do colega. Uma das crianças fica fora da fila e representa um Gavião. Ele vai falando com cada um da fila dizendo que tem fome e ataca sempre a última da fila. Enquanto o Gavião tenta apanhar esse último, o grupo - sempre abraçado - tenta cercar o Gavião.

2 - Jogo do Jaguar
As crianças forma uma fila como no jogo anterior. O maior representa o jaguar. Apoiado nas mãos e uma perna, com a outra perna estirada imitando o bicho, vai saltando e grunindo de um lado a outro, diante da fila. As crianças cantam: kaikú si mã gele tape-wai (“este é um jaguar”), movendo a fila de lá para cá. De repente, a criança que representa o jaguar se levanta rapidamente e trata de agarrar o último da fila. Os que são pegos passam a representar distintos animais, presas do jaguar, como o cervo, o javali, o jabuti, a capivara e outros.

Conversa final:O que aprendemos? Qual brincadeira foi mais divertida, as brincadeiras indígenas são divertidas? São mais divertidas que as nossas brincadeiras? São parecidas com nossas brincadeiras?

Avaliação:
Registro realizado pelo professor das falas das crianças, principalmente durante as rodas de conversa. Registro escrito realizado pelas crianças. Desenhar/escrever o que aprendemos nessa aula. Se houver possibilidade filmar e fotografar as atividades.


Considerações...
Existem muitos outros brinquedos e brincadeiras indígenas. Escolhi estes pela semelhança com nossos jogos (alguns são mesmo derivados dos jogos indígenas), pois para serem divertidos é necessário que tenham significado para nossas crianças. Dependendo da profundidade do trabalho que você for realizar, outros jogos tornam-se viáveis e interessantes, uma vez que as crianças passam a compreender o contexto dos mesmos. Por exemplo, existem jogos que simulam o casamento indígena. Se este não for um assunto abordado o jogo passa a ser desinteressante para as crianças, pois não conseguem compreendê-lo.
Aqui finalizo a série de brincadeiras indígenas propostas para essa unidade de ensino. No próximo post darei dicas de sites interessantes que tratam do assunto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin