Google+

16 de jun de 2010

Acampamento: dormindo fora de casa. Seu filho está preparado?

As férias estão chegando e algumas escolas oferecem a opção de mandar as crianças para uma temporada em acampamentos. As temporadas variam de alguns dias até praticamente o mês inteiro.
Durante alguns anos eu fui acampante do extinto Acampamento dos Pioneiros, passava temporadas de 15 dias nas férias de julho e janeiro, eram dias maravilhosos, guardo grandes lembranças e cultivo amizades até hoje. Na minha primeira temporada eu tinha 11 anos e chorei muito...na hora de voltar para casa! Contudo essa não foi a primeira vez, eu já havia experimentado a experiência por duas vezes, uma com sete e outra com nove anos, ambas em finais de semana. Em todas as ocasiões me adaptei super bem!

Mas será que seu filho está preparado para dormir longe de casa?
Há algumas semanas minha enteada, que tem seis anos, nos contou sobre o acampamento que a escola está preparando e eu questionei: como ela poderá ir para o lugar se quase todas as vezes que dorme na minha casa, chora na hora de dormir? Em casa logo resolvemos o problema, deitando ao lado dela, dando a mão até pegar no sono, mas no acampamento não tem isso, né!?

Além de acampante, também trabalhei como monitora e sei como é difícil acalmar os pequenos assustados, chamando pela mãe então aqui vão algumas sugestões para fazer antes de mandar seu filho acampar.

  1. Deixe-o dormir um dia fora de casa, na casa de primos, dos avós ou outro parente próximo.
  2. Convide um amiguinho para dormir na sua casa e depois deixe seu filho dormir na casa do amigo.
  3. Na escola sugira que façam um acampamento interno. Um dia em que as crianças passam a noite por lá.
  4. Comece com acampamentos curtos e em local próximo, durante o fim de semana. Explique como será, se possível mostre fotografias do lugar, se certifique que amiguinhos próximos e professores conhecidos estarão junto. Deixe claro que você estará em casa se for preciso, mas que ele só poderá voltar no dia combinado.
Qual a idade ideal?
Nos acampamentos que frequentei haviam crianças de quatro anos. Não vejo a idade como um problema, pois as atividades são sempre adequadas para cada faixa etária, mas o amadurecimento da criança, sim!
Crianças que fazem xixi na cama com frequencia, usam chupeta, não se trocam sozinhas e são muito apegadas ao pais, devem esperar um pouquinho mais. Fora isso não vejo problemas, se o irmão maior também for, melhor ainda!

Um comentário:

  1. Minha filha, por necessidade de eu fazer radioterapia e não poder me aproximar muito dela na época, com 2 anos ficou quase 1 mês sem me ver, mas estava na companhia de avós, primos e padrinhos. Hoje, aos 6 anos, dorme na casa de amigas, que também nos visitam, assim como vai à casa dos avós, primos e curte muito, mas nunca tentamos 15 dias entre estranhos em colônias de férias.

    Soube que no colégio Israelita aqui de Porto Alegre os adolescentes tomam conta das crianças, desde os finais de semana e assim, as menores sentem confiança para se soltarem longe dos pais, num ambiente amistoso e de colaboração.

    Há escolas que fazem festa do pijama e acampamentos curtinhos na educação infantil... talvez seja uma questão de ir aprendendo e adaptando, não é mesmo?!

    Beijo,
    Ingrid

    ResponderExcluir

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin