Google+

2 de set de 2010

Guia para a Alimentação de Crianças Até Dois Anos - Passo 2

Aos Poucos, Apresente Novos alimentos
A partir dos seis meses, introduzir de forma lenta e gradual outros alimentos, mantendo o leite materno até os dois anos de idade ou mais.

Revendo Seus Conhecimentos
As necessidades nutricionais da criança já não são mais atendidas só com o leite materno, embora este ainda continue sendo uma fonte importante de calorias e nutrientes.
A partir dos seis meses de idade, a criança já apresenta maturidade fisiológica e neurológica para receber outros alimentos.
Mesmo recebendo outros alimentos, a criança deve continuar a mamar no peito até os dois anos ou mais. O leite materno continua alimentando a criança e protegendo-a contra enfermidades.
Com a introdução dos alimentos complementares é importante que a criança receba água nos intervalos.
A partir dos seis meses a criança não apresenta mais o reflexo de protrusão da língua, o que facilita a ingestão de alimentos semi-sólidos; produz as enzimas digestivas em quantidades suficientes para essa nova fase; e, quando sentada, o pescoço não tomba mais, facilitando a alimentação oferecida por colher.
Os alimentos complementares, especialmente preparados para a criança, são chamados de alimentos de transição, A partir dos oito meses de idade a criança já pode receber os alimentos preparados para a família, desde que sem temperos picantes e oferecidos amassados, triturados ou picados em pequenos pedaços.

Curso online de Alimentação do Bebê 

 O que a mãe deve saber
A introdução dos alimentos complementares deve lenta e gradual. A mãe deve ser informada que a criança tende a rejeitar as primeiras ofertas do(s) alimentos(s), pois tudo é novo: a colher, a consistência e o sabor.
A alimentação complementar, como o nome diz, é para complementar o leite materno não para substituí-lo. A introdução das refeições não devem substituir as mamadas.
No início, a quantidade de alimentos que a criança ingere é pequena e a mãe pode oferecer o peito após a refeição com os alimentos complementares. Há crianças que se adaptam facilmente às novas etapas e aceitam muito bem os novos alimentos. Outras precisam de mais tempo, não devendo esse fato ser motivo de ansiedade e angústia para as mães.
A partir da introdução dos alimentos complementares é importante oferecer água à criança, a mais limpa possível (tratada, filtrada ou fervida).

Sugestões para as Diferentes Combinações de Papas Salgadas

BATATA + couve + peixe
AIPIM/MANDIOCA + quiabo + frango desfiado
MACARRÃO + Vagem + (Picadinha ou frango desfiado)
BATATA DOCE + abobrinha + miúdos de frango
ARROZ + lentilha + tomate
BATATA BAROA + abóbora + bredo + fígado moído
FUBÁ + folha verde picadinha + carne moída
ARROZ + feijão amassado + cenoura
INHAME + beterraba + fígado de boi
FARINHA DE MANDIOCA + folhas verdes + carne moída

Leia também: Guia para a Alimentação de Crianças Até Dois Anos - Passo 1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin