Google+

13 de set de 2013

Rei Leão musical da Broadway agrada adultos e crianças

Ontem fui assistir ao musical Rei Leão, considerado um marco da Broadway, que está em cartaz em São Paulo no Teatro Renault. O que posso dizer sobre ele se resume à uma palavra: imperdível!


A história contada é conhecida de todos, inspirada na peça teatral Hamlet, de Shakespeare; no filme da Disney Bambi; nas histórias de José e Moisés, da Bíblia.
Simba, um pequeno leãozinho que é filho de Mufasa, o Rei Leão, e da rainha Sarabi. O recém-nascido recebe a bênção do sábio mandril Rafiki mas, ao crescer, é envolvido nas artimanhas de seu tio Scar, o invejoso e maldoso irmão de Mufasa, que planeja livrar-se do sobrinho e assumir o trono. Quando Simba se vê injustamente acusado pela morte de Mufasa, sua única chance de salvar sua vida é se exilar das Terras do Reino. Ele encontra abrigo junto a outros dois excluídos da sociedade, um javali chamado Pumba e um suricate chamado Timon, que lhe ensinam a filosofia do "Hakuna Matata" (sem preocupações). Anos depois, ao ser descoberto por Nala, sua amiga de infância, Simba tem que decidir se deve assumir suas responsabilidades como rei ou seguir com seu estilo de vida despreocupado.
O que encanta é a montagem do espetáculo que mistura ao técnicas de marionete, teatro de máscaras, e danças, fruto da fusão das mais sofisticadas disciplinas das artes cênicas africanas, ocidentais e asiáticas, como é dito na descrição do musical.

Rei Leão é lindo, mas cansativo para crianças pequenas

A versão nacional do musical foi feita por ninguém menos do que Gilberto Gil o que garante, trejeitos e falas hilárias a alguns dos personagens e menções que só o público brasileiro poderia entender. Embora não tenha restrição de idade, crianças com menos de 10 anos tem dificuldade em compreender o que se passa na história, isso foi perceptível pelas reações da minha enteada que está prestes a completar 10 e precisou de explicações em diversos momentos. Já para crianças com menos de 7 anos, embora se encantem com o movimento dos animais, pode ser um programa bastante cansativo e muitas vezes assustador.

Assista ao vídeo para ficar com mais vontade!


Minha principal dica é para não chegar atrasado, pois os primeiros minutos da apresentação são realmente emocionantes e tentar sentar-se próximo aos corredores. A parte que mais gostei foi quando simba se olha no reflexo da água e vê o pai, o efeito é sensacional!

Para mais informações e ingressos, clique aqui.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin