Google+

20 de jan de 2014

Crianças tem saúde pior do que há 10 anos

Mudanças de estilo de vida e de alimentação estão refletindo na condição física e na saúde das crianças brasileiras. De acordo com pesquisa feita pela Universidade Federal de São Paulo em parceria com o centro de estudos de aptidão física de São Caetano, os adolescentes e as crianças de hoje estão mais lentos e possuem menos fôlego e força do que os de 10 anos atrás.



Essas crianças, independente de seu peso, têm mais chances de ter colesterol alto, hipertensão e diabetes quando adultas.

Segundo o Dr. José Jorge Magalhães Ferreira de Sousa, pediatra do Hospital San Paolo - centro hospitalar de média complexidade localizado na zona norte de São Paulo – ”As crianças hoje em dia levam uma vida mais sedentária do que antigamente. Com o progresso tecnológico vivem em frente aos computadores e aos jogos eletrônicos em detrimento das atividades esportivas.

Além disso, com a  inserção das mulheres no mercado de trabalho para contribuição na renda familiar, é preconizada uma alimentação rápida, prática e barata, a famosa ‘fast food’, de modo a agilizar o cotidiano  familiar”.

Em função disso, o profissional explica que a classe médica pediátrica está mais alerta, e com a evolução e sofisticação de alguns métodos, consegue diagnosticar precocemente casos de colesterol alto, obesidade e diabetes nas crianças. Em contrapartida, os adultos estão cada vez mais esclarecidos com relação aos cuidados com a saúde, realizando práticas esportivas e alimentação mais saudáveis.

Dessa maneira, percebemos que não necessariamente existe uma inversão das patologias, mas apenas uma detecção precoce na faixa etária pediátrica, que não existia antigamente, e um maior cuidado com a longevidade por parte dos adultos.”

Fonte: Hospital San Paolo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin