Google+

14 de jul de 2014

Exercícios na infância ajudam na vida adulta

A prática de exercícios físicos vem se tornado uma atividade rara entre as crianças. É cientificamente comprovado que quando elas são ativas a probabilidade é maior de se tornarem adultos na mesma condição. Assim sendo, o sedentarismo, responsável por 6 milhões de mortes, é considerado fator de risco para o desenvolvimento de diversas doenças, e as cardiovasculares ganham destaque.

Para reduzir o risco de problemas no coração, um estilo de vida saudável com o auxílio de atividades físicas, desde a infância deve ser adotado. "Elas devem ser estimuladas desde o nascimento e faz parte fundamental do desenvolvimento neuropsicomotor. Dessa forma, certamente, cria-se o hábito, o que afasta o sedentarismo na vida adulta e reduz as chances de doenças que podem prejudicar o coração", explica o Dr. Daniel Santos, cardiologista e médico do esporte do HCor.


Os pais podem colaborar para despertar o interesse nos mais novos. O exercício é um importante aliado para o desenvolvimento do sistema osteomuscular, controle da glicemia, dos lípides e da pressão arterial. Além disso, auxilia no tratamento da ansiedade, depressão e, ainda, na prevenção de diversos tipos de câncer.

Dr. Santos explica que é muito importante a realização de avaliação física nessa idade e em qualquer outra. "Crianças que apresentem algum tipo de sintoma relacionado à atividade física, como cansaço desproporcional ao exercício, palpitações, desmaios, dor induzida pelo esforço ou que apresentem algum problema de saúde, devem ser encaminhadas para avaliação especializada", recomenda.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin