Google+

7 de out de 2014

Projeto Água, Arte e Sustentabilidade em Jundiaí - SP

A partir de hoje, o Parque da Cidade de Jundiaí receberá o projeto itinerante Água, Arte e Sustentabilidade. O projeto é composto por exposição de arte popular brasileira e espetáculo teatral para abordar o tema: água e seus ecossistemas, refletindo também sobre a necessidade de equilíbrio na produção e no consumo de alimentos.

Sob uma tenda de 250m2 com uma cenografia que extrapola o espaço cênico, o público é conduzido por artistas arte-educadores para ‘mergulhar’ no universo aquático, prestigiando obras de artistas populares brasileiros, tais como Ranchinho e J. Borges. Além das obras, o ambiente é composto por vídeos, iluminação especialmente elaborada e música original.

Exposição de Arte. Foto: Álvaro Motta

O espetáculo teatral interativo permite ao público refletir de forma lúdica sobre o seu importante papel na preservação do meio ambiente e da sustentabilidade. O tema das águas é tratado tanto em seus aspectos biológicos, quanto culturais e simbólicos.

Cena do espetáculo teatral. Foto: Álvaro Motta

A base científica do projeto foi orientada por Morena Mills - Doutora em Biologia Marinha - contemplada com o prêmio Internacional Tall Poppies Quensland, por esta ação de aplicar a ciência pelo bem da população.

Água, Arte e Sustentabilidade é uma iniciativa das empresas nacionais Art Unlimited, avaliada internacionalmente pela gestão de projetos de arte, entretenimento e sustentabilidade, e Umiharu Produções Culturais e Cinematográficas, reconhecida pela expertise em projetos socioculturais educativos e de sustentabilidade. A iniciativa conta com a criação geral e direção artística de Gisela Arantes e a coordenação e curadoria de Tânia Mills. E tem o patrocínio da Deca, divisão de negócios da Duratex.
“O projeto visa conscientizar as novas gerações sobre o valor da água, formar público para o teatro, ampliar o conhecimento de arte popular brasileira e incentivar a criatividade das populações locais, democratizando o acesso aos bens culturais”, ressalta Gisela Arantes, autora do projeto.

Voltado para alunos de escolas públicas municipais, na faixa etária de 7 a 12 anos, o evento também recebe o público em geral, com apresentações gratuitas.

Na bagagem do conteúdo, seguem dois manuais ilustrados, um distribuído ao estudante e outro ao professor.

Principais fontes de referência do conteúdo utilizado no projeto:

  • Avaliação do Milênio dos Ecossistemas, 2005, Ecossistemas e o Bem Estar Humano: Ecossistemas Aquáticos e água síntese. World Resources, Wahsington, DC 
  • Carta da Terra, 2000. Comissão da Carta da Terra

Agenda

Data: de 7 a 25 de outubro

Apresentações: De 3ª. a 6ª., às 09 e às 14 horas e, aos sábados, às 11 horas

Local: Parque da Cidade – Rodovia João Cereser, Km 66, junto à represa do DAE - Jundiaí

Público-Alvo: crianças de 7 a 12 anos

Entrada Gratuita

Vagas limitadas!(Ingressos distribuídos 1hora antes)

O projeto oferece às escolas municipais apoio logístico de dois ônibus para transportar seus alunos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin