Google+

24 de abr de 2013

Escolas municipais de Guarujá utilizam florais para harmonização de comportamento


Trabalhar a questão emocional, dentro e fora das escolas, ajudando alunos, professores, funcionários e pais em assuntos como processos depressivos, hiperatividade e convivência com o outro. Este é o objetivo do “Projeto Florais na Escola”, desenvolvido pela Secretaria de Educação de Guarujá, nas unidades da rede de ensino Infantil e Fundamental.



Os atendimentos já começaram e prosseguem até julho, nas escolas municipais participantes e na Casa do Educador. Antes do início da terapia há uma palestra para esclarecer o que são os florais, suas funções e como serão utilizados.

O uso dos florais não dispensa o tratamento médico. Nestes casos, é feita uma associação e, se houver necessidade, o trabalho é realizado em conjunto com psicólogos. A utilização por parte dos alunos é conforme seu comportamento, mediante conversa com os professores e a autorização dos pais.

Casos de estresse, sono conturbado, ansiedade e depressão são tratados com as gotinhas, procurando sempre a causa do problema. É um trabalho amplo que visa à contemplação de todos de uma harmonização não só no ambiente de trabalho e de estudo, mas também no convívio com os outros em seu cotidiano.

Os resultados são positivos e a dedicação dos profissionais é recompensada com as mudanças de comportamento que ocorrem entre os usuários Cada unidade municipal possui um dia e horário dedicado aos trabalhos do projeto.

Segundo a secretária municipal de educação de Guarujá, Priscilla Bonini, a terapia com florais é utilizada em mais de 80 países do mundo. “O projeto fica seis meses em cada escola e no final do período é feita uma avaliação quantitativa e qualitativa”, explica a secretária.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin