Google+

3 de abr de 2008

Socorro! Chamem a Super Nanny!


Ontem, visitando o Blog da Érica, mãe da Isa, me deparei com o post Descontrolada. Nele a Érica relata que perdeu a paciência com a Isa e desabafa relatando que sempre se espantou com mães que gritam, falam alto e batem nos filhos, mas que cuspiu nesse prato...

A questão é com certeza vivida por muitas mães, mas raras são aquelas que admitem terem surtado com os filhos. E por isso que eu digo: quem nunca surtou com seus filhos que jogue a primeira pedra!!!

Testar, experimentar faz parte do processo de aprendizagem e a criança faz isso o tempo inteiro. Achar que ela vai nos ouvir, nos obedecer na primeira tentativa é querer pular etapas no processo de desenvolvimeto infantil.

Ah! Claro! Quando você grita, dá umas palmadas, funciona, né?! Não! Você apenas dá um susto e pode condicioná-las ao comportamento desejado pelo medo, mas não educa. Não ajuda seu filho a compreender o porque das coisas. A criança precisa de limites, mas nem por isso você precisa virar um carrasco!

Falar é fácil, esse discurso você já deve ter lido ou ouvido de alguém, mas como colocar tudo isso na prática? Como administrar casa-trabalho-marido-crianças-e cuidar de você, sem surtar? Pelo menos com relação à crianças eu tenho a solução...
Chame a Super Nanny!!!
Ainda que seus filhos nada se pareçam com os anjinhos que aparecem nesse reality show, ele nos dá boas dicas de atitudes que educam e facilitam nossa vida. Algumas soluções para você...

Determine regras básicas (combinados)
Não permita que a criança grite ou chore sem motivo. Com calma olhe para ela e diga: não estou entendendo, páre de chorar/gritar para que eu possa te ajudar. Xingar ou bater também não vale, mas lembre-se que é uma via de mão dupla, se você xinga e bate, está permitindo que seu filho reproduza seu comportamento.


Faça os combinados valerem
Depois de estabelecidas, é importante que o cumprimento das regras seja feito dentro e fora de casa. Portanto pense bem nos combinados, para depois não ficar com pena de cumpri-los. Na casa dos parentes os combinados continuam valendo.

Cantinho da disciplina e método da recompensa
Caso a criança não obedeça as regras, os pais devem aplicar o método do cantinho da disciplina, da Super Nanny. Ensinada no programa, a técnica consiste em deixar a criança desobediente, por alguns minutos, pensando na peraltice que fez. Depois de se conscientizar do erro, ela pede desculpa aos pais e pode sair do castigo. Quando se comporta bem, deve ser estimulada e recompensada com bons momentos.

Evite situações que gerem ciúmes
Dê atenção individual para seu filho. O ciúme surge quando a criança se sente deixada de lado com a chegada de um novo irmãozinho. Repare na divisão e na qualidade do tempo que passa com cada filho. Leia uma historinha para o mais novo dormir e participe da brincadeira preferida do mais velho, por exemplo.

Ocupe o tempo, evite brigas!
Se as brigas entre irmãos acabam com a paz na sua casa, perceba que isso ocorre na maioria das vezes quando eles não têm nada para fazer. Então, a dica é ocupar o tempo.
Mas, ocupar o tempo, não significa deixar a criança a tarde toda em frente à televisão. Os pais ou a pessoa que passa boa parte do dia com as crianças podem ocupar o tempo deles com brincadeiras e atividades direcionadas a cada idade, como desenhos, pinturas, jogos. Se os pais estiverem livres, é interessante que também brinquem com as crianças.

Fim da greve de fome
Evite lanches fora do horário. Faça com que a criança entenda que existe hora certa para se alimentar. Seu filho não quer almoçar? Tudo bem...comida só no meio da tarde, na hora do lanche...não lanchou? Só tem comida no jantar! A criança não vai morrer de fome!!!!
Outra questão a observar são os atrativos na hora da refeição. Pratinhos coloridos, copos com personagens e comidinhas decoradas, também ajudam.
Deixe a imaginação correr solta. Minha enteada adora comer um certo tipo de macarrãozinho que na verdade é shimeji (um cogumelo japonês), ela tem 4 anos e não serei eu a explicar o que se trata de fato!
Por enquanto chega né?! Volto outro dia com mais algumas dicas da Super Nanny para vocês.


Dicas com adaptações de entrevista concedida ao Minha Vida, pela Pedagoga Cris Poli.

9 comentários:

  1. seu blog é ótimo vou divulgar!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  2. He,he tô chique no úrtimo, rs!

    Denise, é isso aí! Podemos ter os nossos momentos de surto, mas devemos sim, colocar os nossos pés no chão, por que realmente as palmadas não resolvem. Se fosse assim, algumas das minhas amigas, não teriam mais problemas com seus filhos.
    Quando me descontrolei, senti que tinha violado algo tão sério. E pra mim foi.Perdi a razão, o respeito, fiz minha filha chorar. Por mais que tivesse me irritado e muito, não posso esquecer que ela é criança, um ser mini humano que também tem suas vontades e só quer apenas se divertir, por mais que seja as minha custas, rs.

    Essas dicas são super 10. Eu tenho uma revista da super Nany e tinha visto umas coisinhas que também vou postar.
    Um super beijo e espero que não seja até o próximo surto, rs.

    ResponderExcluir
  3. Adorei seu blog! Dê uma passada no meu, ok?

    www.aprenderecia.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Concordo com vc!
    Tenho um livro que fala sobre estes e muitos outros assuntos sobre educar filhos!
    Meu blog: orientandopaiseducandofilhos.blogspot.com.
    Passe por lá e conheça meu livro.
    Um abraço
    Debora

    ResponderExcluir
  5. Respondendo para a Débora

    Oi Débora!

    Obrigada pela visita e pela dica. Passarei por lá!

    Um abraço

    Denise Carceroni

    ResponderExcluir
  6. oi bom dia estou muito precisando da super nany urgente e nao sei como me comunicar cm ela acho ela a melhor das melhores em psicologia infantil por favor me ajude nao sei oq faser so ela pode me ajudar obrigado

    ResponderExcluir
  7. Respondendo para a Soraia

    Oi Soraia!

    A Super Nanny é protagonizada pela pedagoga Cris Poly. Acredito que você possa buscar orientação com uma boa psicopedagoga, pedagoga ou psicóloga.

    Um abraço

    Denise Carceroni

    ResponderExcluir
  8. Olá,
    Adorei esse post. Estamos passando por uma situação de ciúmes aqui em casa. Bom, a minha sogra teve outro bebê e a minha cunhada (10 anos)tá ficando aqui em casa pq a mãe tá no hospital com o nené prematuro. Ela anda fazendo uma bagunça! Mentindo, mexendo onde não deve, respondendo ao irmão (meu marido, 26 anos). Está tendo atitudes de cinísmo e deboche e quando fica na frente da mãe se faz de vítima e fica agindo como uma menininha de 5 anos.
    Sei que é por ciúmes, mas tá dificil aguentar...
    A mãe conversou com a psicóloga da maternidade que explicou que ela ficaria tentando chamar a atenção, mas como lidar com isso?
    Eu não sou mãe dela, e o irmão já não tá aguentando. Só que ele perde a paciência e parte pra bater, ainda mais quando ela responde.
    Ela esses dias pegou 10 reais e jurou de pé junto e fez a maior cena quando ele perguntou se ela tinha pego!Quando a mãe chegou ela confessou que tinha pego e ele ficou passado com a mentira e a cara de pau dela quando disse que não tinha pego...
    Fico com medo que isso vire hábito e depois seja tarde pra corrigir. O que podemos fazer pra dar um jeito nisso?
    Gostaria muito de uma ajuda, se puder me ajudar...!

    Obrigada

    ResponderExcluir
  9. Respondendo para a Andreia

    Oi Andreia!

    Em primeiro lugar realmente é normal que sinta ciúmes, pois deixou de ser o centro das atenções.Imagine como deve estar se sentindo abandonada pela mãe (sabemos que não é assim, mas na cabeça dela é diferente).
    Minha sugestão é que tenha uma conversa séria com ela, explicando que já é uma mocinha, que essas atitudes deixam todos decepcionados, pois pensavam que poderiam contar com ela para ajudar e agindo assim como poderá ajudar a cuidar do bebê quando ele chegar em casa, etc.
    Dê responsabilidades à ela relacionadas ao bebê, ajudar a cuidar, escolher a roupinha, arrumar as coisas para o banho. Enquanto continuar na sua casa, crie expectativas quanto à essa ajuda, faça com que ela se sinta útil. Depois me conte se funcionou!

    Um abraço

    Denise

    ResponderExcluir

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin